Secção Ruínas
Página de EntradaPesquisarMapa do SiteAjudaPerguntas Mais Frequentes
Página de ENtradaPesquisarMapa do SiteAjudaPerguntas Mais Frequentes
Bibliografia
saltar menu: ALT+x
A evidência arqueológica revela-nos que
Conimbriga foi habitada, pelo menos, entre
o séc. IX a.C. e Sécs. VII-VIII, da nossa era.

Quando os Romanos chegaram, na
segunda metade do séc. I a.C.,
Conimbriga era um povoado florescente.
Graças à paz estabelecida na Lusitania
operou-se uma rápida romanização
da população indígena e Conimbriga tornou-
-se uma próspera cidade.

Seguindo a profunda
crise poíítica e administrativa
do Império, Conimbriga sofreu as
consequências das invasões bárbaras.
Em 465 e em 468 os Suevos capturaram e
saquearam parcialmente a cidade, levando a
que, paulatinamente, esta fosse abandonada.

Conimbriga corresponde actualmente a
uma área consagrada como monumento
nacional, definida por decreto em 1910.

Venha visitar estas ruínas

Visita Virtual às Ruínas
Faça uma visita virtual às Ruínas, através de panorâmicas. Estas fotografias
estão ligadas entre si, mostrando-lhe a totalidade dos espaços.

Antes de seleccionar a opção de visita virtual necessita de
instalar o QTVR. Cada panorâmica tem aproximadamente 400 kb.
Nota: esta visita não é acessível para cidadãos com
necessidades especias.
Visita Virtual - este link abre uma nova janela com conteúdo não acessível
English
2002 @ Museu Monográfico de Conimbriga / IPMWebdesign: Mediaprimer.pt